Postado em 20 de Dezembro de 2017 às 13h53

5 benefícios das férias para a saúde

Saúde (96)

1. Menos estresse: apenas um final de semana de folga ajuda a reduzir os hormônios do esteresse e diminuir a pressão arterial. Então, imagine o que uma semana ou mais poderia fazer por você? Desde aparentar ser mais jovem até espantar alguns resfriados e gripes durante o ano. Além disso, o estresse é um dos fatores que podem levar a quilos a mais, então, relaxar ainda pode ajudar você a eliminar os excessos na balança.

2. Coração mais saudável: um estudo da The Framingham mostrou que as mulheres que tiram pelo menos duas férias ao ano são oito vezes menos propensas a ter doenças do coração. Já outra pesquisa feita com homens que tinham altos riscos de desenvolver condições cardíacas mostrou que quem não tira férias nem uma vez por ano tem 32% mais chances de morrer de um ataque do coração.

3. Mais tempo com a família: uma pesquisa reportou o impacto positivo que as férias têm no âmbito familiar. Sair da rotina estressante do dia a dia ajuda a criar novos laços em família, que duram até mesmo após as férias terminarem.

4. Melhora no trabalho: as férias podem ser o tempo que você precisa para renovar as energias e até mesmo se tornar melhor no trabalho, principalmente se deixar a tecnologia um pouco de lado e colocar o sono em dia. A explicação é que o estresse pode impactar na hora de tomar decisões, segundo estudo da National Institutes of Health. Depois de alguns dias livre do estresse do dia a dia, você se sentirá capaz de tomar decisões mais fundamentadas no trabalho.

5. Você mais feliz: um estudo da Wisconsin mostrou níveis mais baixos de tensão e depressão em mulheres que tiraram férias com mais frequência (uma ou duas vezes ao ano), em comparação àquelas que esperam intervalos maiores para tirar uma nova folga. O fato é que o simples ato de antecipar as férias pode deixar você mais feliz.

Fonte: Saúde Terra

Veja também

Pesquisadores dizem que composto no Chá Verde inibe Vírus da Zika!28/09/16 Pesquisadores de São José do Rio Preto (SP) e do Mato Grosso dizem que chegaram a um composto que conseguiu inibir o vírus da zika, transmitido pelo mesmo mosquito da dengue e chikungunya, o Aedes aegypti. O trabalho é inédito no Brasil e foi publicado em uma revista científica internacional. O trabalho é uma parceria entre a Unesp de Rio Preto, a Famerp (Faculdade de......
Setembro Amarelo: Precisamos falar sobre Depressão e Suicídio20/09/17 Neste #SetembroAmarelo, mês de Conscientização e Prevenção do Suicídio, preparamos esta matéria para informar sobre depressão e suícidio, além do que isso pode causar na vida de quem tem......
Proteína do leite pode ajudar no combate de Zika e Chikungunya!17/10/16 Pesquisadores observaram uma redução de até 80% das ações virais com o uso da substância. Uma pesquisa recente, realizada por estudiosos do Instituto Evandro Chagas, no Pará, e da Universidade Federal do......

Voltar para (NOTÍCIAS)