Postado em 29 de Julho às 16h48

Como combater a ansiedade em meio a pandemia?

Alimentação (91)
Dr. Bem Estar - Seu Portal de Saúde! A pandemia mexeu com a rotina das pessoas e aflorou nelas a ansiedade, causando apreensão, medo, nervosismo e preocupação. Com o home office e períodos mais longos dentro de casa,...

A pandemia mexeu com a rotina das pessoas e aflorou nelas a ansiedade, causando apreensão, medo, nervosismo e preocupação. Com o home office e períodos mais longos dentro de casa, naturalmente muitos estão comendo mais e, muitas vezes, nem dando atenção à qualidade do que estão consumindo, prejudicando a saúde. Confira abaixo algumas dicas da nutricionista Ana Carolina Andretti para você combater a ansiedade em meio à pandemia.

Equilibre a serotonina

No cenário atual, a serotonina é essencial para diminuir a ansiedade. A serotonina é um neurotransmissor cerebral responsável pela sensação de bem-estar, que regula o sono e o humor. Ela é produzida a partir do triptofano, um aminoácido essencial que o organismo não é capaz de produzir, mas está presente em peixes, ovo, nozes, castanhas, leguminosas e queijo.

O triptofano também é encontrado em suplementos alimentares, como o Ansiozen. A suplementação é indicada para potencializar a falta de alguma vitamina ou nutriente. Ana Caroline destaca que, em alguns casos, a suplementação é aplicada na dieta de pessoas que não conseguem comer algum alimento por intolerância, como o leite no caso do cálcio, por exemplo. “As pessoas são fisiologicamente diferentes e, antes de sair fazendo a suplementação, é necessário avaliar o que a pessoa precisa para ter os melhores resultados”.

Evite carboidratos em excesso

A alimentação saudável é a base da saúde. Por mais que a correria do dia a dia limite a elaboração de pratos complexos, a orientação é fugir de alimentos ultraprocessados. A nutricionista alerta para o excesso de carboidrato na dieta e conta que dá sim para ter uma alimentação equilibrada, com frutas, verduras e fibras, por exemplo.

“Quanto mais carboidrato na sua dieta alimentar, há a diminuição do nível de serotonina no organismo e a pessoa tem tendência à ansiedade, desencadeando a vontade de comer doces e ainda mais carboidratos. O zinco tende a aumentar o apetite, principalmente de comida saudável, mas é importante tomar zinco sozinho, para potencializar o efeito”.

Junte proteína ao prato

O consumo de proteína ajuda a gerenciar a ansiedade de forma natural. Agregar proteína ao lanche faz com que a glicose seja liberada lentamente no organismo. Faça escolhas melhores, no café da manhã, por exemplo, um ovo cozido esmagado e misturado com azeite para passar no pão é uma dica simples e que ajuda a controlar a ansiedade durante o dia.

À noite, a preocupação com a alimentação tem ligação com um sono tranquilo. Opte por alimentos que gastem mais energia para serem digeridos. Comece com uma salada, pois exige mais mastigação e isso sinaliza o cérebro de que o corpo está se alimentando e o intestino libera enzimas que ajudam na digestão.

Ana Carolina também explica que um whey de qualidade, por conta da sua qualidade nutricional, é perfeito para quem tem ansiedade. Mas atenção à quantidade de suplemento. Quem fazia o uso regular antes da pandemia deve diminuir agora, principalmente se está menos ativo.

Coma devagar

Quanto mais rápido você come, mais o cérebro demora a perceber que o corpo está recebendo alimento e é o estômago que vai avisar que você chegou ao seu limite. “Coma devagar para sentir a saciedade antes. Preste atenção no que você está comendo. A mastigação é o início do processo de digestão do corpo. Parece bobo, mas é extremamente importante”, finaliza a nutricionista.

Fonte: ClinicMais

Veja também

O que Comer e Beber para Evitar o Intestino Preso durante a Dieta!15/03/17 Os cardápios proteicos, low carb ou muito restritos em calorias geralmente são pobres em fibras. Por isso, às vezes o efeito acaba sendo contrário ao que você espera de uma dieta: o intestino fica preguiçoso e o volume da barriga aumenta. O risco está escondido especialmente nas entrelinhas dos menus que restringem frutas, leguminosas, legumes e grãos......
Que tal fazer uma receita e concorrer a prêmios?09/06/16 Um estudo publicado pela Universidade de Harvard, confirma que cozinhar é uma das profissões mais antigas do mundo. Cozinhar teria sido o primeiro ofício exclusivo dos seres humanos. Além de ser uma das primeiras profissões,......
Benefícios das Fibras no Organismo!24/04/17 O papel da ingestão das fibras tornou-se mais estudado nos últimos anos. O consumo adequado de fibras na dieta usual parece reduzir o risco de desenvolvimento de algumas doenças. Os efeitos fisiológicos das fibras variam, conforme......

Voltar para (NOTÍCIAS)