Postado em 16 de Agosto de 2016 às 11h04

Como temperar a Comida das Crianças!

Alimentação (53)
Dr. Bem Estar - Seu Portal de Saúde! Da pimenta ao sal mais indicado, culinarista mostra quais temperos podem ser usados no preparo dos alimentos. Uma das dúvidas mais comuns a respeito das refeições das...

Da pimenta ao sal mais indicado, culinarista mostra quais temperos podem ser usados no preparo dos alimentos.

Uma das dúvidas mais comuns a respeito das refeições das crianças, principalmente as menores, é que tipo de tempero usar para que os pratos continuem saudáveis, porém saborosos e atraentes. Em tempos de temperos prontos, cheios de química e sempre com o mesmo gosto, lembrar das muitas opções de ervas e condimentos naturais, por incrível que pareça, tornou-se pouco comum. Aliado a isso, o medo que as pessoas desenvolveram por temperos picantes ou mais fortes acaba afastando-as cada vez mais do verdadeiro tempero.

Você sabe que tempero usar para deixar a comida do seu filho mais saborosa e ainda saudável?

Mas os pais minimamente zelosos e informados já sabem que temperos industrializados não prestam para ninguém, e podem ser especialmente prejudiciais para bebês e crianças. Eles contêm glutamato monossódico, corantes e flavorizantes artificiais, um exagero de sal e muitas vezes até açúcar, que não raro aparece “disfarçada" com outros nomes.

Na minha casa, o tempero mais básico, que tem todo dia em praticamente todas as receitas, é o quarteto "cebola, alho, sal e pimenta", tempero que você pode deixar previamente preparado na geladeira ou freezer.

Mas também é possível variar usando alho poró (que eu adoro) ou salsão picadinhos. Pode utilizar tudo junto ou um por vez.

O sal também nunca falta nas minhas receitas. Mas não vale qualquer sal. O produto comercial é totalmente refinado, contém apenas cloreto de sódio. Já o verdadeiro sal, não refinado, é riquíssimo em diversos minerais muito importantes para a nossa saúde.

O mesmo prato - vamos usar como exemplo um purê de batatas - pode ganhar muitas versões diferentes dependendo do tempero adicionado. Na opção mais “normal", uso sal, pimenta do reino branca e noz moscada. Manteiga não pode faltar! Em outras versões, cozinhar alguns dentes de alho na água da batata dá um gostinho incrível, sem deixar o alho pronunciado demais. Um punhado de cebolinhas ou salsinha picada também dá um toque especial ao purê e a muitos outros pratos, de forma natural e saudável.

Aqui em casa o ingrediente secreto - que de secreto não tem nada - em todas as minhas receitas é o caldo caseiro. Um bom caldo caseiro não só enriquece qualquer receita, como também a torna extremamente nutritiva. É a combinação perfeita para os melhores resultados.

Junto com os caldos, eu invisto em ervas frescas e desidratadas e condimentos em pó - só os verdadeiramente naturais, como curry, açafrão da terra, tandoori, páprica e pimentas variadas, que ao contrário do que se diz por aí, só fazem bem.

Se o tempero aparecerá acentuado ou suave na sua receita, vai ser a quantidade usada quem definirá o resultado. Não tenha medo, nenhum tempero natural faz mal. Se você exagerar, o pior que pode acontecer é ficar com a boca ardida por algum tempo, sem nenhuma consequência realmente do mal.

No site Crianças da Cozinha, publiquei um pequeno dicionário de ervas e condimentos, onde você pode conhecer um pouco mais sobre temperos naturais. E a seguir, uma pequena lista dos temperos que adoro usar, e que você pode testar à vontade nas suas receitas:

- Alecrim;
- Alfavaca (uma variedade do manjericão, com folhas bem grandes); 
- Açafrão;
- Açafrão da terra (também conhecido como cúrcuma);
- Cardamomo;
- Curry;
- Erva-doce;
- Galanga (um “primo" do gengibre, difícil achar por aqui);
- Gengibre;
- Louro; 
- Manjericão;
- Manjerona;
- Mostarda (grãos moídos);
- Sálvia;
- Tomilho;
- Orégano;
- Salsinha;
- Cebolinha;
- Coentro;
- Alho;
- Cebola;
- Urucum;
- Pimentas (comece com as mais adocicadas, rosa e verde, e depois as outras, sempre em quantidade moderada);
- Sal não refinado;
- Noz-moscada;
- Macis (a casca da noz moscada);
- Canela;
- Hortelã;
- Menta;
- Dill.

Com essa lista você consegue variar bastante. Vamos para a cozinha testar?

Fonte: Delas

Veja também

Conheça o que são Peptídeos de Colágeno!21/03/16 O colágeno é a proteína mais abundante do corpo humano, representando 25% do total de proteína, sendo o maior constituinte do tecido conectivo (pele, tendões, cartilagem e ossos). Os peptídeos de colágeno são obtidos da hidrólise enzimática do colágeno nativo derivado de tecidos conectivos animais, com um alto teor dos......
Benefícios da Berinjela24/02/16 Associada ao emagrecimento os benefícios da berinjela são conhecidos com excelentes resultados em dietas de emagrecimento, em reduzir o mau colesterol, além de que tem propriedades benéficas no combate ao reumatismo, artrite e......

Voltar para (NOTÍCIAS)