Postado em 28 de Agosto de 2017 às 08h07

DEPRESSÃO: saiba mais sobre essa doença!!!

Bem-estar (38)

A depressão é uma doença psicológica causada por uma série de transtornos psicológicos que podem ter inúmeras origens desde problemas físicos como sociais.

Hoje existe cerca de 121 milhões de pessoas no mundo diagnosticadas com depressão, segundo estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS). O primeiro passo, segundo a mesma instituição é o reconhecimento dos sintomas.

Ainda de acordo com a OMS, a doença passou a ser tão presente nas pessoas no mundo moderno que passou a ser apelidada de “a doença do século”. Muitos são os estudos das possíveis causas que vão desde a alimentação a, principalmente, o estilo de vida. Os primeiros sinais da depressão são silenciosos, por isso, tentar identificá-los é um primeiro passo para alguém que se sinta mal constantemente ou conhece pessoas que desenvolvem o mesmo corportamento.

A depressão afeta mais do que o humor de uma pessoa, drena a energia, motivação e concentração que uma pessoa precisa para suas atividades normais, ela interfere com a capacidade de perceber ou apreciar as coisas boas da vida.

Não há uma causa única para a depressão, mas há indícios, incluindo traços herdados de familiares que podem ter tido depressão, viver em ambiente familiar difícil ou ambiente social.

Depressão envolve um equilíbrio de vários produtos químicos naturais no cérebro, esses produtos químicos, chamados neurotransmissores, afetam o humor, muitas coisas podem afetar a produção do cérebro de neurotransmissores - incluindo luz do dia ou estações do ano, um ambiente desafiador social, eventos de vida, e certas condições médicas.

Existem três níveis de depressão a leve, que tem um certo impacto na vida quotidiana, a depressão moderada, que apresenta sintomas mais severos e nos afecta dia a dia e a depressão major ou depressão clínica que afecta profundamente todo o funcionamento da pessoa.

Para saber se você tem depressão não é somente se apegar ao senso comum dos sinais de tristeza profunda, irritabilidade ou frequentes pensamentos sobre a morte.

Uma pessoa depressiva pode apresentar muito mais do que isso. Se você apresentar somente um deles pode significa o incio de um transtorno depressivo, não são todas as pessoas depressivas que combinam sintomas e as vezes somente a tristeza já configura um quadro de depressão.

A depressão é a doença mais relacionada ao suicídio. O pensamento acontece como uma solução rápida para o sentimento de angústia e sofrimento algoz a maior parte do dia. A relação é quase direta, ao menos é o que mostra uma pesquisa do Instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos, no qual a estimativa é de que 90% das pessoas que tiram sua própria vida tinham quadros depressivos ou estavam sob efeito de drogas.

Embora a maioria das pessoas deprimidas não seja suicida, a maioria dos suicidas são pessoas deprimidas.

Este sintoma pode passar despercebido pelas pessoas que convivem com alguém depressivo, pois em algum momento as palavras podem parecer ser ditas de boca para fora. Mas se a outros sinais encontrados não deve ser ignorado, pois a ajuda médica para situações neste estágio é urgente.

O Brasil é a população com maior níveis de depressão em relação aos países subdesenvolvidos. Os dados fizeram parte da pesquisa do Instituto de Pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) em parceria com o São Paulo Megacity com base em mais de 5 mil entrevistas.No país ela já é considerada uma questão de saúde pública e tem como maior barreira no tratamento a dificuldade no diagnóstico, afinal as vezes até mesmo o paciente desconhece sua condição.

A boa notícia:

A depressão é uma das doenças mais tratáveis, 80-90% das pessoas conseguem encontrar alívio. Pesquisadores trabalham diligentemente para desenvolver novos tratamentos para a depressão e bem-sucedidos. Estudos sugerem que os pacientes que procuram tratamento, seja de psicoterapia , terapia medicamentosa, terapia holística, ou uma combinação destes, podem melhorar dramaticamente. Fazer mudanças de estilo de vida saudáveis é altamente aconselhável.

Para iniciar o processo de combate à depressão é preciso interpretar os sintomas e se esquivar do preconceito que há em relação ao assunto. O equilíbrio emocional precisa ser recuperado para fazer com que a vida se torne novamente significativa, importante e impressionante da mesma forma que uma criança de quatro anos é capaz de ver.

Fonte: Vladman e Nursing

Veja também

Descubra o que beber neste verão!25/01/16 Segundo o Programa Hoje em Dia, da Rede Record, a matéria exibida nesta semana, fala da importância de se beber o líquido certo para manter a saúde neste verão. Nas altas temperaturas do verão, beber líquidos gelados não é só refrescante, mas também saudável. Pequenas mudanças de hábitos podem fazer muitos......
Natal QuantyVitta, aqui quem Ganha é Você!16/11/16 As festas de final de ano estão chegando e você pode se preparar com seu estoque de produtos naturais Quanty Vitta, pois as vendas tendem a aumentar nessa época também, pois muitas pessoas estão buscando um final do ano mais......
Câncer não é questão de sorte ou azar!13/10/17 Prevenção ainda é a melhor saída para combater a doença, que atinge 20 milhões de pessoas anualmente, no mundo. A doença atinge, por ano, cerca de 20 milhões de pessoas no mundo, segundo o Instituto......

Voltar para (NOTÍCIAS)