Postado em 12 de Dezembro de 2016 às 10h34

Diferença entre Sucralose e Estévia?

Saúde (89)
Dr. Bem Estar - Seu Portal de Saúde! Você já deve ter ouvido falar sobre estévia e sucralose. Muitas vezes utilizamos estes adoçantes e não sabemos a diferença entre eles. Hoje em dia, a estévia e...

Você já deve ter ouvido falar sobre estévia e sucralose. Muitas vezes utilizamos estes adoçantes e não sabemos a diferença entre eles. Hoje em dia, a estévia e a sucralose, são os adoçantes mais recomendados por nutricionistas, dependendo de cada caso.

O consumo excessivo de açúcar estimula o aparecimento da obesidade, o crescimento de bactérias e fungos e o acúmulo de gordura abdominal, por isso a inclusão de adoçantes naturais na dieta pode diminuir o efeito nocivo do “doce” no organismo.

A estévia é um adoçante que pode ser 300 vezes superior à sacarose (açúcar refinado). Não contêm calorias e é extraída da planta stevia rebaudiana, nativa da América do Sul. Estudos apontam o seu poder em suprimir o crescimento bacteriano nos dentes, pode agir como diurético e regular os níveis de açúcar no sangue. O sabor doce não é afetado pelo aquecimento, por isso, a estévia pode ser utilizada em chás e outras bebidas, além do preparo de sobremesas em substituição ao açúcar.

A estévia é 100% natural sem qualquer componente artificial em sua formulação. Por não possuir valor calórico nem induzir mudanças na glicose sanguínea, pode auxiliar no combate da obesidade ou diabetes.

Já a sucralose adoça 600 vezes mais que o açúcar. É o único adoçante que tem o verdadeiro sabor de açúcar porque é derivado da cana-de-açúcar. Não possui calorias, mas não pode ser considerado natural, pois há modificação química na molécula do açúcar para sua fabricação. Contém cloro na sua composição, que interfere no metabolismo do iodo, e por isso não é indicado para quem tem problemas na tireoide. Uma vez que não é absorvida, a sua presença no intestino pode alterar a flora intestinal e pH, podendo levar ao aparecimento de problemas gastrointestinais com o uso continuado. Mesmo assim, muitas pessoas tem usado a sucralose no seu dia a dia e não relatam efeitos colaterais. O sabor é muito bom se comparado com a estévia.

Este adoçante foi descoberto em 1976 e é considerado o mais seguro. É muito utilizado em refrescos, adoçantes de mesa, sobremesas instantâneas e conservantes. Também não é metabolizado pelo organismo e é eliminado pela urina e pelas fezes após 24 horas. Não produz cáries.

Agora qual você prefere? Consumidor, fique atento aos rótulos e procure entender o que cada ingrediente significa e quais seus benefícios e desvantagens, assim você tornará sua vida mais saudável.

Fonte: QuantyVitta

Veja também

Como contornar o desejo de comer doces na gravidez23/06/17 A ansiedade na gestação pode ser aplacada com o açúcar? Isso é um mito! Leia algumas estratégias alimentares que ajudam a driblar a vontade de comer doces durante a gestação. Muitas mães sentem um desejo incontrolável de devorar guloseimas durante a gestação. É uma sensação normal, mas que gera conflitos na......
Como melhorar o humor através da postura18/06/18 Não é novidade para ninguém que uma postura corporal inadequada pode trazer os mais variados tipos de dor, especialmente nas costas. Mas, uma pesquisa recente da San Francisco State University mostrou que, além das tão......
Fique alerta aos sintomas da Dengue!12/04/16 Depois da picada do mosquito com o vírus, os sintomas se manifestam normalmente do 3º ao 15º dia. Esse período é chamado de incubação. O tempo médio de duração da doença é de......

Voltar para (NOTÍCIAS)