Postado em 28 de Janeiro de 2019 às 09h58

Osteoporose na menopausa: exercício previne mais que dieta

Boa Forma (64)
Dr. Bem Estar - Seu Portal de Saúde! A ciência já comprovou a associação entre obesidade e o aumento da incidência de fraturas em mulheres que passaram pela menopausa. Há também muitas pesquisas que...

A ciência já comprovou a associação entre obesidade e o aumento da incidência de fraturas em mulheres que passaram pela menopausa. Há também muitas pesquisas que demonstram como uma alimentação adequada pode interferir na manutenção da massa óssea. Mas a descoberta mais recente é que alguns minutos diários na esteira podem fazer a diferença na qualidade dos ossos durante o climatério – principalmente quando se trata de prevenir a osteoporose, condição irreversível que atinge um terço das mulheres no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O achado é do Laboratório de Bioengenharia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (USP). Os experts viram que, embora uma alimentação saudável seja, sim, importante na prevenção da fraqueza dos ossos, praticar atividade física é ainda mais determinante para se ver livre dessa encrenca.

De acordo com os pesquisadores, movimentar-se melhora a quantidade de minerais presentes nos ossos e a microarquitetura do osso trabecular – estrutura de aspecto esponjoso, responsável por cerca de 20% da composição do esqueleto humano.

A líder estudo, Ana Paula Macedo, avaliou aspectos como massa corporal, densidade óssea e resistência dos ossos ao impacto em dois grupos de ratos: sedentários e atletas, que praticavam corridas em esteiras. Nas duas turmas, uma parte dos animais recebeu uma dieta rica em gordura e a outra, um menu mais saudável.

A conclusão final foi que, apesar das dietas gordurosas diminuírem sensivelmente o conteúdo mineral ósseo, esse impacto negativo não foi tão grande quanto o impacto positivo gerado pela prática de exercícios. Então, de acordo com a pesquisadora, é possível, sim, dizer que “o treinamento físico melhora a microarquitetura óssea”.

Fonte: BoaForma

Veja também

Aspectos funcionais das catequinas do Chá Verde!02/06/16 O Chá Verde contém componentes polifenólicos, que incluem flavanóis, flavandióis, flavonóides e ácidos fenólicos, que totalizam cerca de 30% do peso seco das folhas. A maioria dos polifenóis do Chá Verde se apresentam como flavanóis, e dentre estes, predominam as catequinas. As quatro principais catequinas do Chá Verde são......
Saiba como aproveitar a Copa do Mundo com saúde25/06/18 A ansiedade toma conta dos fanáticos por futebol quando se fala de Copa do Mundo. O cardiologista Thiago Ribeiro, coordenador da Emergência do Hospital São Lucas (RJ),e a nutricionista Ana Paula Cruz, do Complexo Hospitalar de......
Quais os benefícios e os riscos do consumo de cafeína?01/02/18 Quando atletas e desportistas pensam em usar algum tipo de suplemento que proporcione aumento da performance física e cognitiva, a cafeína se apresenta praticamente como primeira escolha. Além de ser encontrada em alguns alimentos como o......

Voltar para (NOTÍCIAS)