Postado em 07 de Março de 2018 às 15h54

Saúde da mulher vai além dos cuidados ginecológicos

Saúde (91)

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os problemas de saúde que mais afetam as mulheres atualmente são as doenças cardíacas, seguidas pelas infecções respiratórias, como pneumonia e bronquite; e pela doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). O câncer de mama, que muitas vezes é lembrado como o maior vilão da saúde da mulher, aparece em 10º lugar na lista das doenças da mulher, atrás de problemas como diabetes, hipertensão e complicações por parto prematuro.

“Ainda existe um aspecto cultural muito forte nas famílias em que as mulheres cuidam da saúde dos seus filhos e dos maridos e muitas vezes esquecem de si mesmas”, observa a cardiologista e responsável pelo Centro de Acompanhamento da Saúde e Check-up do Hospital Sírio-Libanês, a dra. Danielli Haddad Syllos Dezen.

Apesar da maioria das mulheres terem um ginecologista como seu clínico geral, as doenças que mais afetam a população feminina, conforme mostram os dados da OMS, envolvem também outras áreas da medicina.

5 dicas para a saúde da mulher

1) Crie um tempo para você
Dedique parte do seu dia para fazer o que gosta. Procure práticas de autoconhecimento, como a meditação.

2) Busque um estilo de vida saudável
Alimente-se bem, evitando comidas gordurosas e álcool. Pratique atividade física e não fume.

3) Procure dormir bem
Recomenda-se dormir entre 7 a 8 horas ininterruptas diariamente. Horas a mais ou a menos podem afetar a memória, o aprendizado, a criatividade, a produtividade e a estabilidade emocional.

4) Atenção com as doenças cardiovasculares
A doença cardíaca isquêmica e o infarto estão entre as principais causas de mortalidade das mulheres. Procure um cardiologista e saiba como se proteger dessas doenças.

5) Faça avaliações periódicas de saúde regularmente
Tenha um médico que a ajude a acompanhar sua saúde ao longo da vida. Principalmente após os 50 anos de idade, exames preventivos passam a ser necessários de forma mais frequente. Além das doenças cardiológicas, é preciso saber também como anda sua saúde ginecológica, óssea, neurológica, entre outras.

Fonte: Hospital Sirio Libanes

Veja também

Benefícios do Consumo do Alho!10/06/16 O alho (Allium sativum) é um vegetal da família das iláceas, sua característica mais marcante é o cheiro que se deve à presença da alicina (óleo volátil sulfuroso). Quando as células do alho são quebradas, libra-se uma enzima chamada aliniase que modifica quimicamente a substância alina em alicina resultando no odor que o alho......
Gravidez: Nutrição em dose dupla!23/08/16 A espera por um bebê é um período marcante na vida de um casal, repleto de expectativas e descobertas. E, como as novidades são ainda mais intensas para a mulher, em especial, o Nutrição Prática &......
Alimentos termogênicos ajudam a emagrecer26/11/15 Você sabia que todas as atividades realizadas pelo corpo consomem energia? Isso inclui o processo digestivo, que pode ser usado a seu favor para emagrecer quando o que está em questão são os alimentos termogênicos. Esses......

Voltar para (NOTÍCIAS)