Mindful Eating: Alimentação consciente

O Mindful Eating te convida a uma experiência gastronômica transformadora, onde a mente, o corpo e o coração se unem para criar um relacionamento consciente e saudável com a comida.

A sensação de fome ou desejo por comida pode ser causada também por tédio, ansiedade e estresse. Estar ciente das situações ou sentimentos que provocam essa fome ajuda a distinguir entre fome real e impulsos emocionais.

Mas afinal, que é mindful eating?

Esse conceito significa “atenção plena” e propõe uma abordagem holística ao se alimentar, integrando mente, espírito e coração. 

Na década de 70, Jon Kabat-Zinn, da Escola de Medicina de Massachusetts, desenvolveu um programa de redução de estresse baseado no mindfulness.

Combinado com técnicas de Terapia Cognitivo-Comportamental, isso levou ao desenvolvimento de práticas como o Mindful Eating. 

Esta prática aprimora as percepções de fome e saciedade, ajudando a evitar comer por razões emocionais.

Baseado na mudança de comportamento e na prática de meditação budista que aposta na concentração completa no presente e sem julgamentos.

Essa prática promove uma relação mais saudável com a comida, encorajando a alimentação consciente, livre de julgamentos e culpas.

Quantas vezes comemos apressadamente, em pé ou distraídos com o celular e o trabalho? Frequentemente, devoramos comida sem perceber, alterando nossa percepção de fome e saciedade. 

Esse comportamento prejudica o processo digestivo, que depende dos estímulos sensoriais de visão, olfato e paladar.

Leia também: Aprenda a reduzir o estresse com mindfulness.

Práticas para comer conscientemente:

  • Antes da refeição: Sente-se confortavelmente, feche os olhos e faça de 3 a 5 respirações profundas e lentas. Inspire pelo nariz, segure por alguns segundos, e expire lentamente pela boca.
  • Durante a refeição: Entre cada mordida, faça uma respiração profunda. Coloque os talheres na mesa, inspire profundamente e expire lentamente antes de pegar o próximo bocado.
  • Se sentir estresse ou ansiedade: Pare de comer por um momento e faça algumas respirações profundas para ajudar a acalmar a mente e o corpo antes de continuar a refeição.

Observe emoções e sensações:

  • Respire e reflita sobre suas emoções ao comer, distinguindo entre fome física e emocional. 
  • Pergunte a si mesmo:  “Estou com fome?” O que foi usado no cultivo da sua comida?  Quanto tempo levou?  Quais são os ingredientes da sua refeição? Quais cores estão presentes no prato?

Você acha que esta refeição parece boa? Dá água na boca só de olhar? 

Sempre que puder, tente adicionar interesse visual a refeições e lanches com especiarias, ervas, legumes ou frutas de cores vivas.

Desenvolva a paciência:

  • Aprecie cada momento da refeição, sem pressa ou preocupação com o tempo.
  • Use exercícios de respiração para ajudar a comer com calma e atenção.

Evite Julgamentos

  • Não julgue nem puna a si mesmo por excessos ocasionais. Coma com equilíbrio, prazer e sem culpas, transformando a refeição em um momento único e consciente. 
  • Aproveite cada mordida e cultive a sensação de estar consciente no agora.

Como o conceito mindful eating pode ajudar na compulsão alimentar? 

Mindful Eating é uma abordagem que trabalha permitindo que as pessoas desenvolvam estratégias mais saudáveis para lidar com suas emoções e identificar os gatilhos emocionais que levam à compulsão alimentar.

Com exercícios de meditação integrados às refeições, promovendo um estado de calma e ajudando a identificar os gatilhos emocionais que levam à compulsão alimentar. 

Esperamos que com essas dicas, sua alimentação se torne uma experiência saudável, equilibrada e prazerosa.

Você também pode complementar sua jornada de mindful eating com os suplementos alimentares de alta qualidade da ClinicMais Supplement & Nutrition que fornecem os nutrientes essenciais para manter seu corpo e mente em harmonia.  

E acesse nosso blog para saber mais dicas sobre saúde e bem-estar!

Compartilhe esse post!

Related Posts